encontrar bibliografia relevante para sua pesquisa

5 passos para encontrar bibliografia relevante para sua pesquisa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Encontrar bibliografia relevante é fundamental para uma pesquisa científica de qualidade. Mas poucas faculdades de direito do país ensinam como pesquisar adequadamente. Muitas aulas de metodologia científica se perdem em questões muitas vezes irrelevantes para o planejamento e a execução de pesquisa, deixando de abordar estratégias básicas e pragmáticas para ter acesso às principais obras sobre os temas investigados.  Como resultado, vemos inúmeras teses e dissertações que não realizam integralmente seu potencial.

Encontrar bibliografia relevante: o desafio de todo pesquisador

Meus primeiros passos como pesquisador foram um desastre completo. Embora tivesse bons temas de pesquisa em mente, era difícil saber como encontrar a bibliografia adequada para me aprofundar sobre os temas. Nas aulas de direito, a maioria dos professores recomendava apenas manuais. Embora fossem uma boa introdução aos grandes temas da área jurídica, eram pouco úteis para conduzir ao aprofundamento nos temas que me interessavam.

Lembro como se fosse hoje de minha primeira pesquisa, em projeto de iniciação científica. Embora a orientação tenha sido excelente, pouco me foi ensinado em relação às melhores técnicas para encontrar a bibliografia relevante. A minha orientadora indicou algumas referências bibliográficas úteis, mas o que eu necessitava era saber como encontrar, por mim mesmo, os livros e artigos úteis ao trabalho. Na época (fim dos anos 1990), as bibliotecas ainda não eram informatizadas como hoje, o que tornava tudo mais difícil. Acabei, por minha conta, extrapolando as referências indicadas por minha orientadora e encontrei alguns livros úteis. 

Cinco passos para encontrar referências bibliográficas

Mas, se eu soubesse o que sei hoje, a pesquisa teria sido muito melhor. Claro, ao longo de meu desenvolvimento como pesquisador aprendi alguns “macetes” bastante úteis na hora de fazer pesquisa científica. Todavia, muito desse desenvolvimento poderia ter sido acelerado se eu conhecesse algumas estratégias bastante úteis. Elas permitem aumentar exponencialmente o acesso a novos textos sobre qualquer tema de pesquisa, conduzindo naturalmente ao domínio da matéria. 

Compartilho, nesse texto, esse aprendizado com você, em cinco passos que qualquer um pode utilizar para conduzir uma pesquisa de qualidade.

# 1. Conheça os recursos a sua disposição

Passe um tempo conhecendo que recursos sua biblioteca oferece a você. Boa parte das bibliotecas nas universidades públicas oferece wi-fi com acesso a bases de dados de pesquisa que contém centenas de revistas científicas a sua disposição.  Bases como JStor, HeinOnline, ProQuest, entre outras, oferecem milhares de artigos com todo o conteúdo necessário para planejar e executar uma pesquisa de qualidade. Sem contar que algumas das bases ainda oferecem a possibilidade de acessar livros por meio da internet, elevando ainda mais o potencial de sua pesquisa.

Se você já é aluno da instituição, basta solicitar seu login, senha e o procedimento para logar seu computador na rede. Melhor ainda, a maior parte das universidades oferece acesso ainda que você não esteja conectado à wi-fi da instituição, podendo logar na rede por meio de um proxy.  Se você não é aluno e deseja ingressar no mestrado ou doutorado na instituição, provavelmente deverá estar conectado diretamente à rede da instituição para ter acesso às bases de dados. 

O acesso a essas bases de dados é fundamental para qualquer pesquisa científica. Com efeito, é possível acessar por meio delas os mais relevantes e recentes periódicos em praticamente qualquer área do conhecimento. Infelizmente, muitos alunos (e professores) deixam de fazer pesquisa de ponta justamente por sequer dar uma olhadinha nessas bases de dados, perdendo a oportunidade de acessar o que há de mais novo em sua área de pesquisa.

# 2. Comece com a Wikipedia para encontra bibliografia relevante…

A Wikipédia é uma fonte espetacular de informação. E pode ser utilizada para encontrar bibliografia relevante para sua pesquisa. Muitos artigos são redigidos por verdadeiros especialistas nos tópicos abordados. Ao começar sua pesquisa, não hesite em gastar algumas horas pesquisando palavras-chave relacionadas ao seu interesse, navegando pelos links encontrados em cada página. Anote os melhores artigos e preste bastante atenção nas referências bibliográficas indicadas.

Ter uma noção mais geral do tema e encontrar boas referências, aquelas mais centrais a um campo de pesquisa, é a principal ferramenta da Wikipédia para um pesquisador.  A Wikipedia é muito melhor do que a maioria das enciclopédias atuais e mesmo do que alguns manuais especializados, justamente pela facilidade com que a informação pode ser atualizada. Além disso, os links de cada artigo oferecem uma fonte inesgotável de ligações a serem exploradas por você. 

mas não termine sua pesquisa nela

Mas atenção: o uso da Wikipédia é recomendado apenas para o início da pesquisa. É uma boa fonte de inspiração para encontrar livros e artigos sobre o tema. Jamais – JAMAIS – cite a Wikipédia. Uma referência que seja à Wikipédia indicará desleixo e que você não soube efetuar uma pesquisa de qualidade. No momento em que você se preparar para escrever,  deve apresentar fontes muito melhores do que a Wikipédia.

Encontrar uma boa bibliografia não precisa ser tão difícil…

# 3. Encontrou um livro bom? Já deu uma olhada nas referências bibliográficas dele? 

Um livro bom sobre o tema investigado é a melhor fonte possível para sua própria pesquisa. E, embora a leitura seja proveitosa, boa parte da riqueza do texto está justamente em um local usualmente deixado de lado pelos estudantes: as referências bibliográficas. 

Jamais deixe de consultar os textos indicados ao final do livro. Sublinhe as referências bibliográficas que parecerem mais interessantes. Destaque os autores mais citados. E depois procure esses textos, que decerto contribuirão com o debate proposto em sua própria pesquisa. Repita o processo. E repita de novo. A cada livro ou artigo novo lido, consulte as referências. Mesmo que o livro não seja particularmente bom, pode trazer bibliografia relevante para sua pesquisa. 

Repita, repita e repita o processo. No final, você terá dezenas, centenas de textos a serem consultados. E referências para mostrar, em sua pesquisa, que realmente foram consultadas as obras importantes sobre o tema.

# 4. Preste atenção na antiguidade do texto citado.

É certo que toda pesquisa em direito acaba utilizando alguns livros mais ou menos antigos. Especialmente no que diz respeito à pesquisa de caráter mais doutrinário, é preciso citar algumas obras escritas há décadas com a finalidade de demonstrar o domínio da matéria. Mas também é importantíssimo mostrar conhecimento a respeito do que há de novo sobre a área estudada.

Com essa finalidade, pesquisar no Google Acadêmico os principais pesquisadores cujo trabalho você encontrou. No site, inclusive, é possível “seguir” (como no Facebook ou no Twitter) alguns dos autores e até encontrar seus sites pessoais. Tanto no Google Acadêmico quanto nas homepages dos autores, será possível encontrar suas publicações recentes e pesquisa atuais, incluindo textos ainda não publicados ou que o foram em revistas menos conhecidas.  Muitos desses textos decerto serão essenciais à elaboração de bibliografia relevante sobre o tema investigado.

Leia também: Pesquisa bibliográfica: saiba como fazer em 7 passos

Nesse sentido, o Google Acadêmico, possibilita ainda que o pesquisador escolha resultados posteriores a determinadas datas. Em temas mais “populares”, sempre dou preferência a textos publicados nos últimos cinco anos. Usualmente, os artigos mais relevantes apresentam uma revisão bibliográfica das obras mais importantes. Desse modo, além de ter acesso ao que há de mais recente, é possível ainda ter uma ideia de que outras obras devem ser lidas.

# 5.  Separe o joio do trigo: não vale citar a opinião do amigo do seu tio…

Como saber que texto pode ou não ser citado? Um bom trabalho de pesquisa jurídica deve citar fontes relevantes. Mas como saber o que é ou não relevante? Pode citar aquele post de um blog? Depende. Pode citar uma conversa que você teve com um amigo? Depende. 

Sim! Tudo depende do propósito da citação, de quem você está citando, da metodologia utilizada e do contexto acadêmico da referência. Usualmente, as referências bibliográficas relevantes citadas são aquelas redigidas por especialistas no tema abordado (ou em questões correlatas). Como saber se o autor é ou não um especialista? Pelo currículo dele, pela rede de artigos e livros que o citam ou se o autor é professor de alguma instituição universitária. Não se trata, evidentemente, de um conjunto de critérios absoluto. Mas esses critérios consubstanciam indícios de que um texto é ou não relevante.

Além disso, é importante saber o propósito da referências. Se você está citando o post de um blog porque ele traz conteúdo relevante e foi escrito por um especialista, não há motivo para não citá-lo. Agora, se a postagem foi redigida por alguém sem formação na área, de maneira descuidada metodologicamente e apenas revela uma opinião, citá-la é um tremendo equívoco. 

Por outro lado, dependendo do objeto de sua pesquisa, citar o post  pode ser interessante. Digamos que o objeto de sua pesquisa seja justamente verificar a opinião de uma determinada comunidade de blogueiros e o blog se encaixa em critérios metodológicos estabelecidos previamente. Nesse caso, você pode citar o blog – não como referência sobre a qual sua pesquisa se apóia! -, mas como fonte de dados utilizados em seu trabalho.

Você deve sempre ser capaz de explicar o motivo pelo qual citou determinada referência bibliográfica

E a conversa com o amigo? Pode citar, se a conversa puder se qualificar como entrevista (evidentemente, com a autorização do entrevistado) e seu amigo for um especialista no tema ou fizer parte do espaço amostras investigado. Evidentemente, é preciso controlar outras variáveis a fim de impedir que os laços sociais afetem a imparcialidade da entrevista.

E é por isso que entrevistar o amigo normalmente não é visto com bons olhos, na medida em que amizades normalmente tornam todo o processo parcial.  Em suma, tenha sempre em mente o propósito da citação de determinadas referências. A utilização do texto pode ser justificada metodologicamente? Se você tem dúvidas quanto à qualidade da referência e não consegue responder a essa pergunta, melhor procurar outra fonte. 

Hey,

O que você achou do artigo? Conte nos comentários!

Artigos relacionados

Rolar para cima
65 Compart.
Twittar
Pin
Compartilhar65
Compartilhar