Novo Programa Preparatório para o Mestrado em Direito

Novo Programa Preparatório para o Mestrado em Direito
Como escrever uma boa resenha acadêmica

Como escrever uma boa resenha acadêmica em 5 Passos

Escrever uma resenha acadêmica é desafiador. Mas resenhas são fundamentais no meio acadêmico. As pessoas geralmente buscam informações sobre um assunto específico por meio de artigos científicos e livros. Mas nem sempre é possível saber quais os melhores textos sobre um determinado tópico.

Por isso, a redação de boas resenhas sobre textos acadêmicos é relevante.

Elas oferecem um caminho para que os leitores sejam capazes de compreender rapidamente os pontos fortes e fracos de um texto. Além disso, possibilitam uma análise da contribuição do material para a pesquisa acadêmica. Boas resenhas confrontam o texto com os principais textos de uma determinada área do conhecimento. Como resultado, trazem elementos que possibilitam ir além da própria obra resenhada.

Esse artigo ensina os fundamentos básicos para a redação de uma boa resenha acadêmica. Vamos lá?

O que é uma resenha acadêmica?

A resenha é um texto que tem como objetivo descrever um livro, filme, trabalho, vídeo, música, artigo etc. de forma objetiva e completa.

No meio acadêmico, resenhas têm por objetivo oferecer informações úteis para a avaliação e análise de uma determinada obra.

Normalmente, ela tem por objetivo informar o leitor sobre os aspectos mais importantes do trabalho pesquisado.

Para que a resenha acadêmica cumpra essa finalidade, deve satisfazer alguns requisitos. Ao escrever uma resenha acadêmica, lembre-se de que ela deve ser objetiva e clara. Além disso, deve enumerar os principais argumentos e fundamentos do texto.

Ainda deve ser envolvente, levando o leitor à reflexão sobre as discussões abordadas e ao pensamento crítico.

Existem, basicamente, dois tipos de resenha.

A Resenha Crítica

A resenha crítica é um importante meio de comentar livros e artigos científicos.

Ela tem como objetivo apresentar as ideias do autor, bem como analisar criticamente a obra em questão.

É importante destacar que a resenha não é crítica em sentido negativo, mas positivo. O objetivo da crítica não é apresentar o texto em um viés negativo, mas destacando seus limites em confronto com outras obras.

A resenha situada é um meio de relativizar uma obra, contextualizando seu valor editorial e acadêmico.

Desse modo, uma boa resenha estimula a leitura do texto. Sintetiza os principais fundamentos e argumentos da obra resenhada e, além disso, garante que a leitura seja útil, facilitando o aprendizado.

A Resenha Descritiva

A resenha descritiva é uma maneira inteligente de comentar um artigo ou livro, com o objetivo de descrever o conteúdo do texto.

Normalmente, A resenha descritiva é bem ampla e abrange cada detalhe do texto. Ela mantém a objetividade, mas também o sensibilidade para que o leitor se empenhe pela compreensão total da obra envolvida.

Apesar de cobrir tantos aspectos do texto, a resenha deve ser sucinta, de modo a facilitar o aprendizado. Ao escrever uma resenha acadêmica, explique os pontos principais, sem enrolar e atrapalhar a leitura.

Como fazer uma resenha acadêmica?

Uma boa revisão acadêmica inclui alguns elementos importantes.

Em primeiro lugar, o autor deve conduzir uma boa pesquisa e conter informações precisas sobre o texto. Isso é importante não só para a credibilidade do autor da resenha, mas também para estabelecer a confiança dos leitores.

Em segundo lugar, uma boa revisão deve ser concisa e direta. Não deve atolar o leitor com informações desnecessárias ou explicações prolixas. Também é importante escrever com clareza, sem usar muitos parâmetros linguísticos esotéricos. Por isso, os rodeios e as redundâncias devem ser evitadas a todo custo.

E, por fim, uma boa revisão deve ser objetiva e imparcial – levando em consideração os próprios preconceitos dos autores com as ideias do texto revisado.

Elementos de uma boa resenha

A seguir, apresento os principais elementos que devem ser levados em conta no processo de escrita da revisão acadêmica.

Identifique a obra analisada

A primeira finalidade de uma resenha é identificar ao leitor o texto resenhado.

Apresente o título, autor(es), editora e data de publicação. Esses serão dados fundamentais para desenvolver essa análise.

Mais do que as informações editoriais, identificar a obra significa apresentar o contexto em que ela foi escrita. O tema é relevante? Como ela se relaciona com outros conteúdos que enfrentaram a mesma questão?

Tenha sempre em mente o objetivo da resenha. Você pode escrever uma resenha acadêmica apenas para si mesmo. Pode utilizá-la como fichamento de uma obra relevante que será utilizada posteriormente. Ou pode desejar redigir uma resenha para auxiliar outras pessoas a avaliarem a relevância do material resenhado.

Tanto em um caso quanto no outro, é muito útil contextualizar a obra e mesmo o trabalho do autor. Em que época o texto foi escrito? Quais as motivações do autor? Como a obra se destaca em relação a outras escritas sobre o mesmo tema?

Responder a essas perguntas é fundamental no processo de identificação e contextualização da obra.

Descreva a estrutura do texto resenhado

A resenha também deve apresentar a estrutura do texto. Como ele é organizado? Em capítulos e seções? Ou só em capítulos mais gerais? Essa organização é adequada aos propósitos do livro ou do artigo?

Ao descrever a estrutura da obra, avalie se os capítulos são coerentes entre si. Examine se eles são suficientes para cumprir os objetivos propostos na introdução. As partes do texto são coesas? Conduzem o leitor a um caminho fácil?

Os capítulos devem ser adequados ao tema e às falas do autor. Se forem pequenos demais, poderão atrapalhar o leitor no decorrer do texto. A leitura será interrompida com capítulos pontuais demais e que não dialogam entre si. Por outro lado, se forem grandes demais, podem tratar de tantos temas diferentes que a compreensão do texto poderá ficar prejudicada.

O mesmo vale para as partes do texto que não estão relacionadas diretamente aos assuntos apresentados no trecho principal.

Na resenha, comente suas impressões sobre a estrutura do texto. Mostre ao leitor o necessário para que ele possa visualizar, a partir do seu texto, a organização geral da obra.

Apresente o conteúdo do texto

Uma boa resenha deve apresentar sucintamente o conteúdo do texto.

E é por isso que muita gente confunde resenhas com resumos. Mas esse é um erro.

Uma resenha apresenta um resumo do texto, mas não tão detalhadamente. O propósito não é apenas sintetizar o livro resenhado, mas convencer o leitor da importância do conteúdo.

Ao analisar um conteúdo para uma resenha, é fundamental saber separar aquilo que realmente importa do restante. O material escrito pode ser muito longo e é claro que existem muitas ideias importantes. Mas é preciso extrair o que há de principal no texto.

Um resumo, por outro lado, delineia de maneira acrítica o conteúdo do texto. Por isso, ele é usado principalmente para facilitar a leitura. O objetivo não é estimular o pensamento crítico do leitor, mas sim condensá-lo em uma única fonte.

Não é necessário apresentar detalhes sobre cada assunto do texto, já que isso pode atrapalhar a compreensão. Ao escrever uma resenha acadêmica, lembre-se de que p objetivo é tornar mais fácil para o leitor identificar e analisar os pontos principais do texto.

Uma boa resenha necessita de objetividade, correção gramatical, pontuação adequada e linguagem clara e objetiva. Por isso, é importante lembrar os elementos mais básicos. Apresente os principais argumentos e fundamentos, mas sem ser exageradamente detalhado.

resenha acadêmica

Conduza sua análise crítica

Nas resenhas críticas, é preciso analisar criticamente o texto estudado.

Mas a análise crítica não significa a simples divergência do material. Avaliar criticamente um texto significa confrontá-lo com o estado da arte do campo examinado.

Isso pode levar os leitores a questões profundas e interseccionar assuntos diferentes, mas relacionado às discussões apresentadas. O objetivo da resenha é ajudar o leitor a dialogar criticamente com o texto, não doutriná-lo com as ideias expostas no material.

Para tornar a análise crítica eficaz, é essencial avaliar os procedimentos metodológicos utilizados pelo autor. Assim, vale a pena fazer uma análise criteriosa das abordagens utilizadas no texto estudado. Por exemplo, verificar se o autor privilegia determinados argumentos e desconsidera outros. Ou se ele usou linguagem objetiva e rigorosa para apresentar seus pontos de vista.

Lembre-se sempre de que não é possível apresentar todas as questões que poderiam ser abordadas. Um bom resenhista deve ser capaz de selecionar um subconjunto das questões em potencial. Elas servirão como mote para nortear o seu texto.

Ao escrever a resenha acadêmica, lembre-se sempre de buscar ser objetivo e imparcial em sua crítica. Evidentemente, ninguém é capaz de ser inteiramente imparcial. Mas esse é um ideal epistemológico que você deve buscar concretizar.

Respeite a opinião de outros autores e, se estiverem disponíveis, as apresente. Mas apresente sua própria opinião. Seja criterioso na escolha dos dados e das fontes a utilizar, para que sua análise seja credível.

E não se contente apenas com críticas superficiais! Procure apresentar uma crítica fundamentada e baseada sempre em literatura relevante.

Erros comuns na hora de escrever uma resenha acadêmica

Existem alguns erros “bobos” que você pode evitar com um pouco de atenção e cuidado.

Uma boa resenha acadêmica deve dialogar com rigor científico, mostrando cuidado na pesquisa da literatura e no estudo dos textos utilizados. Evite fazer uma análise superficial. Sempre confronte outras fontes.

A seguir, outros erros que você pode evitar.

Falta de planejamento

A resenha acadêmica tem lugar relevante na literatura acadêmica. Por isso, deve ser elaborada com planejamento adequado. Você deve ler atentamente não apenas o texto resenhado, mas também parte da literatura com que ele dialoga. Pesquise se outros autores já comentaram o texto e apresente sua opinião.

Evite o “cortesismo”

Não se esqueça: nunca faça cortesia demais com o autor do texto resenhado. Elogios excessivos e exagerados podem dar a impressão de que você apenas quer agradar o autor.

Isso é péssimo no meio acadêmico. Mostra que você não tem espírito científico, mas apenas deseja traçar um relacionamento amistoso e granjear influência com professores.

Por outro lado, você pode também escrever críticas bem fundamentadas, evitando sempre ofender o autor do texto. Faça uma análise rigorosa dos argumentos apresentados, buscando demonstrar como a obra examinada se alinha com o pensamento acadêmico corrente.

Cometer algum desses vícios terá como resultado, provavelmente, inviabilizar a publicação de sua resenha. Os editores de revistas científicas esperam que as resenhas sejam elaboradas com rigor científico e teorias sustentadas pelos estudos acadêmicos. Portanto, adote prudentemente os alertas acima e aja de forma responsável para produzir uma boa resenha acadêmica.

Deixe de lado as impressões puramente pessoais ao escrever uma resenha acadêmica

Não se esqueça: sua opinião é importante, mas evite ser pessoal. Apresente seu ponto de vista de maneira imparcial e objetiva.

Muitas pessoas acham que criticar uma perspectiva é rude. Mas o meio acadêmico é justamente o lugar onde a crítica deve ser mais bem-vinda. É importante que os professores saibam que você discorda de suas posições e argumentos. Isso demonstra seu espírito crítico e se reflete bem no ambiente acadêmico em geral.

Mas, repito, evite ser pessoal! Isso pode estragar todo o trabalho desenvolvido durante a elaboração da resenha acadêmica. Pense sempre no que está dizendo e não se esqueça de valorizar os pontos positivos do texto em sua resenha.

Não cometa plágio

O plágio é um crime que atenta diretamente contra a ética da pesquisa científica. Pode parecer um detalhe, mas não é.

É extremamente importante que você não copie argumentos ou conceitos de outros autores sem assinalar a referência. Dialogue com eles em sua resenha, mas sempre referenciando textos e pontuando onde o argumento utilizado se encontra.

Nas resenhas, é muito fácil cometer plágio. Com efeito, a todo instante você deve referir o texto examinado. É fácil cometer um deslize. Basta esquecer de colocar uma determinada passagem do texto entre aspas, com a citação adequada. Portanto, cuidado redobrado com as citações e referências!

Conclusão

A resenha é um importante instrumento de comunicação científica. Por meio dela, muitas obras são divulgadas para um público maior. Ninguém tem tempo para ler todos os textos que gostaria. Como resultado, se apoiam em resenhas para identificar o que vale a pena ser lido.

Saber escrever resenhas é uma habilidade muito útil no meio acadêmico. Espero que esse artigo tenha ajudado você a compreender melhor o propósito de uma resenha, bem como seus principais elementos!

Descubra como ser aprovado no mestrado em direito... mesmo que você não tenha experiência de pesquisa

Receba um e-book gratuito e tenha acesso a nosso melhor conteúdo.





Descubra como ser aprovado no mestrado em direito... mesmo que você não tenha experiência de pesquisa

Receba um e-book gratuito e tenha acesso a nosso melhor conteúdo.





Rolar para cima